Novembro Azul: HCN realiza ações de conscientização sobre o câncer de próstata

Médico urologista da unidade do governo de Goiás traz informações importantes sobre a prevenção e cuidados com a saúde do homem

HCN - Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano hospital de referência | Novembro Azul | Câncer de próstata
Fachada do HCN, unidade do governo de Goiás em Uruaçu, iluminada para a campanha Novembro Azul


O mês de novembro é dedicado à conscientização sobre o câncer de próstata, tipo mais comum entre os homens, atrás apenas do câncer de pele, e causa de morte de 28,6% da população masculina que desenvolve neoplasias malignas. No Brasil, um homem morre a cada 38 minutos devido a esse tipo de câncer, segundo os dados mais recentes do Instituto Nacional do Câncer (Inca). Pensando nisso, foi criado o Novembro Azul, uma campanha mundial que visa conscientizar os homens sobre a importância da prevenção e do diagnóstico precoce.

Sendo referência em tratamento oncológico no estado de Goiás, o Hospital Estadual do Centro-Norte Goiano (HCN) está realizando uma série de ações ao longo do mês com o intuito de orientar os homens sobre os cuidados com a saúde e a prevenção do câncer de próstata.

Dentre as ações para o Novembro Azul, incentivando a saúde masculina, o HCN promoveu o Dia 'D' da campanha, convidando seus profissionais a vestirem azul a fim de disseminar informações sobre a campanha para a população. Na manhã da última terça-feira (14/11) a equipe do Centro de Oncologia e da Comissão Interna de Prevenção de Acidentes e Assédio (CIPAA) da unidade ofereceram orientações essenciais, medição de peso e altura, aferição de pressão arterial e glicemia no ambulatório para pacientes e colaboradores.

Além disso, o Centro de Oncologia do HCN, primeiro da rede de saúde estadual, realizará palestras para os colaboradores da unidade gerida pelo Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED), visando tornar mais acessíveis as informações sobre o câncer de próstata.

De acordo com o médico urologista do HCN, Dr. Guilherme David, “a importância da campanha do Novembro Azul se dá justamente por conta da conscientização sobre o diagnóstico precoce do câncer de próstata, que traz altas chances de cura para o homem”, ressalta.

Em sua fase inicial, o câncer de próstata não apresenta sintomas e quando alguns sinais começam a aparecer, cerca de 95% dos tumores já estão em fase avançada, dificultando a cura. Nessa fase, os sintomas mais comuns são: dor óssea, dores ao urinar, vontade de urinar com frequência, presença de sangue na urina e/ou no sêmen.

“Além disso, é importante destacar que pacientes com fatores de risco, com o histórico familiar de câncer de próstata, obesidade, pele negra, tabagismo ou má alimentação, devem antecipar os exames de rastreio. Na consulta com o médico é recomendado também fazer um check-up do homem, a fim de averiguar a pressão, colesterol e hormônios e cuidar da saúde para se prevenir de outras doenças, como o diabetes”, completa o médico urologista do HCN.

A única forma de garantir a cura é o diagnóstico precoce. Mesmo na ausência de sintomas, homens a partir dos 45 anos com fatores de risco, ou 50 anos sem estes fatores, devem ir ao urologista para conversar sobre o exame de toque retal, que permite ao médico avaliar alterações da glândula, como endurecimento e presença de nódulos suspeitos, e sobre o exame de sangue PSA (antígeno prostático específico).

A prevenção do câncer de próstata envolve também a adoção de um estilo de vida saudável, incluindo uma dieta balanceada e a prática regular de exercícios físicos. Além disso, é fundamental que os homens busquem realizar exames de rotina, a fim de identificar qualquer alteração na próstata em estágios iniciais. Cerca de 20% dos pacientes com câncer de próstata são diagnosticados somente pela alteração no toque retal.

A campanha Novembro Azul desafia tabus em relação à saúde masculina, incentivando os homens a cuidar de si mesmos e a quebrar o estigma em torno do exame de toque. É crucial reforçar que o câncer de próstata, quando detectado a tempo, é altamente tratável, e muitos homens podem viver uma vida plena após o tratamento. Portanto, é fundamental que todos abracem essa causa, espalhando informações, promovendo o autocuidado e apoiando os homens em suas vidas, incentivando-os a agir proativamente em relação à sua saúde durante todo o ano.

 

 

Assessoria de Comunicação do HCN

Postar um comentário

Postagem Anterior Próxima Postagem
href="https://agenciabrasilia.df.gov.br/2024/01/18/ubss-tem-horario-noturno-para-atendimento-de-casos-de-dengue/">GDF
BRB