Page Nav

HIDE

Grid

LIST_STYLE

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ads

Destaques

latest

Igreja de Nossa Senhora Mãe dos Homens do Santuário do Caraça guarda curiosidades

Destino turístico conhecido mundialmente pelas belezas naturais, gastronômicas, culturais e religi...


Destino turístico conhecido mundialmente pelas belezas naturais, gastronômicas, culturais e religiosas, o Santuário do Caraça, localizado na Estrada do Caraça, km 9, entre as cidades de Catas Altas e Santa Bárbara, tem também muita história para contar. A imponente fachada da Igreja Nossa Senhora Mãe dos Homens, construída em estilo neogótico, pode ser vista de longe. E naquela estrutura, feita de pedra sabão e mármore, há curiosidades que encantam turistas e visitantes.

A Igreja Nossa Senhora Mãe dos Homens, foi construída entre 1876 e 1883, no local onde antes existia a Ermida do Irmão Lourenço, e foi inaugurada em 27 de maio de 1883, com presença dos bispos do Rio de Janeiro, Mariana e Bahia. Havia no local uma igreja construída no período do Irmão Lourenço, que foi demolida para dar espaço ao projeto do Pe. Clavelin. Desta igreja restaram dois altares laterais que podem ser vistos logo na entrada da igreja, um de cada lado.

O templo religioso foi a primeira igreja do Brasil em estilo neogótico e possui uma torre de 48 metros de altura. No frontispício, aparece o símbolo de São Francisco de Assis, que é o padroeiro secundário, cuja Ordem Terceira pertencia o Irmão Lourenço, que são as duas mãos chagadas entrecruzadas, uma simbolizando a mão de Jesus Cristo e outra a de São Francisco.

A estrutura da edificação tem em sua composição material regional, sendo pedra sabão, retirada de perto da Cascatona, e mármore, das proximidades de Mariana e Itabirito. O quartzito, da região do Caraça e vizinhanças, também foi utilizado, além de um produto a base de cal, pó de pedra e óleo, que teve como função unir as pedras. O altar da igreja possui uma imagem barroca de Nossa Senhora Mãe dos Homens, talhada na madeira em peça única, com roupas pintadas a ouro, vinda de Portugal em 1784.

O gerente geral do Santuário do Caraça, Márcio Mol, destaca que verdadeiras obras de arte podem ser apreciadas pelos turistas, como uma pintura da Santa Ceia, criada pelo Mestre Ataíde, em 1828. "Essa é uma das mais belas e importantes obras artísticas que temos aqui no Caraça. Vemos no centro o Cristo, que está aureolado de luz, rodeado pelos doze apóstolos, divididos em grupos de três. Sobre a mesa, revestida com uma toalha rendada, que ainda conserva as dobraduras de quando estava guardada, além do pão e do vinho, servido num cálice de vidro, há um prato com carne de carneiro, o cordeiro pascal. No chão, a bacia e a toalha usadas no Lava-Pés apontam para a excelência do amor e do serviço. Judas, o traidor, sentado bem à frente, como que pronto para sair da reunião, segura a sacola de dinheiro e ainda contempla todos os visitantes, independente do lugar em que se encontram na Igreja. Já nos cantos do quadro, à esquerda, três personagens, sendo uma jovem servente, carregando pães e sendo acariciada por um homem que vem logo atrás de si, e uma outra mulher, mulata, como sempre Mestre Ataíde faz questão de retratar. Do outro lado, mais duas personagens completam a cena, entrando no recinto festiva e alegremente", relata.

De acordo com Márcio Mol, a visita à Igreja Nossa Mãe dos Homens é uma oportunidade para os turistas conhecerem a riqueza cultural, histórica e religiosa do local. Ele destaca que lá está guardado o São Pio Mártir, que foi o primeiro corpo de santo que veio para o Brasil e por muito tempo a maior relíquia em terras brasileiras. "Quem visita costuma se emocionar, pois o corpo está revestido de cera e, em um cálice, há areia de seu túmulo e um pouco de sangue. Aproximando-se do relicário, pode-se perceber as unhas e os dentes superiores do Mártir. Esteve por muito tempo no altar barroco do lado esquerdo da Igreja, como deixou o Irmão Lourenço", descreve.

Atrativos do Santuário do Caraça

Gastronomia

A gastronomia do Caraça é um ponto que merece atenção especial dos visitantes. Além da experiência de comer no refeitório histórico, com toda a simplicidade e variedade de sabores da comida mineira, há uma adega no local onde dá para ver o processo de produção do vinho tinto, do hidromel e dos fermentados de laranja, jabuticaba e morango. Há também a padaria, que fabrica pães, bolos e biscoitos, e a doçaria, para doces, geleias e compotas. O queijo minas artesanal, cujo processo de fabricação existe há mais de 200 anos, é uma das delícias mais procuradas no Santuário e é matéria prima de vários pratos da região em concursos e festivais gastronômicos.

Fonte de conhecimento

O complexo é tombado como Patrimônio Histórico e Artístico Nacional e Estadual. Foi escolhido como uma das Sete Maravilhas da Estrada Real. Conta com um amplo Conjunto Arquitetônico onde estão a primeira igreja de estilo neogótico do Brasil, o prédio do antigo Colégio (hoje Museu e Biblioteca), o hotel com 57 apartamentos e quartos, com capacidade para até 230 pessoas, e a Fazenda do Engenho, com 26 apartamentos. O Complexo do Caraça possui enorme diversidade de fauna e flora, com raridades de animais e plantas no meio ambiente. Na ampla diversidade de sua fauna, há 386 espécies de aves, 42 espécies de répteis, 12 espécies de peixes e 76 espécies de mamíferos.

A Reserva Particular do Patrimônio Natural do Santuário do Caraça faz parte de duas importantes reservas ecológicas, as Reservas da Biosfera da Serra do Espinhaço Sul e a da Mata Atlântica, onde há diversas espécies de flora e fauna, algumas encontradas somente no Complexo do Santuário do Caraça, que fica na transição entre Mata Atlântica

e Cerrado, onde também há campos rupestres. Em suas serras há nascentes, ribeirões e lagos que possuem águas de coloração escura, que carreiam material orgânico em suspensão. Seu solo é rico em minérios, explorados nos séculos anteriores, e com grande

concentração de quartzito ou rocha metamórfica. Desde 2011, passou a ser preservado contra exploração comercial. O clima tem baixas temperaturas e elevada umidade do ar, comuns em ambientes de mata.

O território do Complexo do Caraça integra a Área de Proteção Ambiental ao Sul da Região Metropolitana de BH, onde começam duas grandes bacias hidrográficas, a do rio São Francisco e a do rio Doce, que abastecem aproximadamente 70% da população de Belo Horizonte e 50% da população de sua região metropolitana.

Biblioteca

A Biblioteca hoje está instalada no prédio onde funcionava o célebre Colégio, que hoje abriga também o Museu, o Arquivo e um Centro de Convenções.

Museu

O museu, montado a partir de mobiliário e artefatos diversos de uso diário, pertencentes ao próprio Caraça e com algumas peças remanescentes de séculos passados, constitui um interessante lugar de visitação, diariamente procurado pelos hóspedes e visitantes, através de percursos guiados pelos monitores, com taxa de R$ 5 por pessoa.

 Sem reservas

O Santuário do Caraça mudou a operação de visitação, que não necessitará mais de reservas prévias. Portanto, os visitantes poderão ir direto ao local sem aviso, exceto grupos e agências de viagens deverão solicitar agendamento com antecedência.

 

Todos os protocolos sanitários determinados pelas autoridades estão mantidos, inclusive o limite do número de visitantes, que é de 400 pessoas por dia. Desta forma, as vagas são disponibilizadas por ordem de chegada e, após atingir o limite, os próximos visitantes precisarão aguardar a liberação de novas vagas em forma de rodízio, ou seja, a medida que as pessoas que já entraram saírem, a mesma quantidade de vagas será liberada para quem estiver aguardando a entrada.

O horário de funcionamento do Santuário do Caraça é das 8h às 16h30, todos os dias da semana e saídas após às 17h, estão sujeitas à multa. Para hospedagens, as novas vagas para reservas estão disponíveis somente a partir de 2022.

Santuário do Caraça

Local: Estrada do Caraça, Km 9 - Entre os municípios de Catas Altas e Santa Bárbara - CEP 35960-000

Fácil acesso pelas rodovias BR 381 e MG 436, além do cômodo acesso por trem (Estação Dois Irmãos - Barão de Cocais)

Taxa entrada:

R$ 20 (em dias de semana)

Finais de semana, feriados e datas comemorativas: R$30 (por pessoa)

Idosos: 50% de desconto

Moradores de Barão de Cocais, Catas Altas e Santa Bárbara:

R$10 por pessoa (qualquer dia)

Entrada gratuita na 1ª quarta-feira de cada mês (mediante agendamento)

 

Site com opções de hospedagens: www.santuariodocaraca.com.br

Reservas: centraldereservas@santuariodocaraca.com.br

 

Instagram: @santuariodocaraca

Facebook: www.facebook.com/santuariocaraca/



Livre de vírus. www.avast.com.

Nenhum comentário