Page Nav

HIDE

Grid

LIST_STYLE

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ads

Destaques

latest

INSTITUTO NEOENERGIA ABRE INSCRIÇÕES PARA PROJETO DE ACELERAÇÃO SOCIAL DIRECIONADO A NEGÓCIOS SOCIAIS E ONGs COM LIDERANÇA DE MULHERES

Parceria dos Institutos Neoenergia e Ekloos, Impactô Mulheres chega aos estados do Paraná, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Bahia, com previsão ...



Parceria dos Institutos Neoenergia e Ekloos, Impactô Mulheres chega aos estados do Paraná, Minas Gerais, Goiás, Piauí e Bahia, com previsão de contemplar 20 municípios do interior. O objetivo é capacitar Organizações Sociais (ONGs) e Negócios Sociais que geram impactos nas áreas de Educação, Cultura, Meio Ambiente, Energias Renováveis, Desenvolvimento Territorial e Tecnologia, liderados por mulheres



Os Institutos Neoenergia e Ekloos estão com inscrições abertas para a terceira edição do Programa de Aceleração Social Impactô. Neste ano, o projeto será direcionado exclusivamente às mulheres: o Impactô Mulheres. O programa contemplará 10 organizações da sociedade civil, associações comunitárias, coletivos e negócios sociais que tenham mulheres como principais gestoras, fundadoras ou cofundadoras, e que desenvolvam atividades nas áreas de educação, cultura, meio ambiente, energias renováveis, desenvolvimento territorial e tecnologia.

O Impactô Mulheres inova também com sua chegada aos estados do Paraná, Minas Gerais, Goiás e Piauí, além da Bahia, buscando contemplar projetos em 20 municípios do interior desses estados.

"Nesta edição do Impactô, queremos reconhecer iniciativas de mulheres que geram impactos sociais em suas regiões. Nosso foco esse ano é acelerar ações que contribuam ao alcance das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável nos próximos dez anos, respondendo ao chamamento da ONU à Década da Ação.  Assim, além de buscarmos contribuir com os ODS 16 e 17, já trabalhado pelo Impactô em outras edições, queremos impulsionar o ODS 5 - Igualdade de Gênero,  reconhecendo ONGs e Negócios Sociais que já vêm fazendo diferença", comenta Renata Chagas, diretora-presidente do Instituto Neoenergia.

"A terceira edição do Impactô, além de trabalhar com as lideranças femininas, destaca um tema relevante para nós: ampliar o acesso ao desenvolvimento para iniciativas sociais do interior dos estados. Chegar nesses novos territórios, ampliando o alcance da nossa parceria, é a realização de um dos nossos principais objetivos: democratizar o acesso ao conhecimento e o aperfeiçoamento de organizações que geram impacto social", reforça Andréa Gomides, presidente do Instituto Ekloos.

As inscrições do Impactô Mulheres estão abertas até o próximo dia 28 de junho, e devem ser realizadas por meio do site www.ekloos.org/impacto. O programa prevê sessões de capacitação e mentorias com profissionais do Instituto Ekloos, nas áreas de gestão financeira, administrativa, de marketing, entre outros, pelo período de nove meses. Ao final do programa, as ONGs e Negócios Sociais apresentarão suas propostas a uma banca, e poderão receber um incentivo financeiro de até R$ 90 mil, a ser distribuído conforme decisão dos avaliadores, para executarem as ações apresentadas.

Mais informações no site: www.institutoneoenergia.org.br

SOBRE O INSTITUTO NEOENERGIA: O Instituto tem o propósito de fomentar o desenvolvimento de ações sociais nas áreas em que a Neoenergia, sua mantenedora, atua por meio dos seus negócios em geração, transmissão, comercialização e distribuição de energia, com a Coelba (Bahia), Celpe (Pernambuco), Cosern (Rio Grande do Norte), Elektro (São Paulo/Mato Grosso do Sul) e Neoenergia Distribuição Brasília (Distrito Federal). Para o ciclo de 2018 a 2022, o desafio do Instituto Neoenergia é colaborar diretamente com o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, estabelecidos pela ONU. Os principais objetivos são a contribuição para a melhoria da qualidade de vida das pessoas mais vulneráveis e a aposta pelo desenvolvimento sustentável, por meio da realização e apoio de projetos dentro dos seguintes pilares: Formação e Pesquisa, Biodiversidade e Mudanças Climáticas, Arte e Cultura, Ação Social e Colaboração Institucional, que busca alianças para alcançar os ODS.
 

SOBRE O INSTITUTO EKLOOS: O Instituto Ekloos é uma aceleradora social que, ao longo de seus 13 anos de atuação, já capacitou mais de 5.000 empreendedores e acelerou mais de 600 ONGs e negócios de impacto social. Com um Programa de Aceleração baseado em metodologias próprias e diferenciadas, vêm trabalhando com iniciativas sociais de forma a profissionalizar a gestão, apoiar o desenvolvimento sustentável e estimular a inovação, possibilitando o aumento do impacto social que cada organização gera em seu território de atuação.
 

SOBRE A NEOENERGIA: Companhia de capital aberto com ações (NEOE3) negociadas na Bolsa de Valores de São Paulo. Parte do grupo espanhol Iberdrola, a empresa atua no Brasil desde 1997, sendo atualmente uma das líderes do setor elétrico do país. Presente em 18 estados e no Distrito Federal, seus negócios estão divididos nas áreas de geração, transmissão, distribuição e comercialização. As suas distribuidoras, Coelba (BA), Celpe (PE), Cosern (RN), Elektro (SP/MS) e Neoenergia Distribuição Brasília (DF) atendem a mais de 15 milhões de clientes, o equivalente a uma população superior a 37 milhões de pessoas.

A Neoenergia possui 4 GW de capacidade instalada em geração, sendo 88% de energia renovável, e está implementando mais 1 GW com a construção de novos parques eólicos. Em transmissão, são 1.091 km de linhas em operação, sendo 412 km do projeto Dourados (quatro de cinco trechos entregues) e 5,5 mil km em construção, já considerando o lote arrematado no leilão de dezembro de 2020. Por meio do Instituto Neoenergia, fomenta o desenvolvimento sustentável a partir de ações socioambientais e, assim, contribui para a melhoria da qualidade de vida das comunidades onde a empresa atua, sobretudo, pessoas mais vulneráveis, visando sempre pelo desenvolvimento sustentável. A companhia é primeira empresa no País a patrocinar exclusivamente a Seleção Brasileira de Futebol Feminino, dando nome à competição nacional, que passa a se chamar Brasileirão Feminino Neoenergia. Desde janeiro 2021, integra a carteira do Índice de Sustentabilidade Empresarial da B3 – Brasil, Bolsa, Balcão – que reúne companhias que possuem as melhores práticas de governança e sustentabilidade corporativa.

Nenhum comentário