Page Nav

HIDE

Grid

LIST_STYLE

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ads

GDF Contra a Dengue

Destaques

latest

Hospital Regional de Formosa registra 25 altas na última semana

  Veríssima Soares de Queiroz, 81 anos, e Francisco de Sales Nogueira, 56 anos, estão entre as 25 pessoas que puderam receberam alta na últi...


 Veríssima Soares de Queiroz, 81 anos, e Francisco de Sales Nogueira, 56 anos, estão entre as 25 pessoas que puderam receberam alta na última semana no Hospital Regional de Formosa. Desde que foi estadualizado e o Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento (IMED) assumiu a administração, a unidade hospitalar já atendeu no PS Covid-19 mais de 11,5 mil pacientes e registrou mais de 320 altas.

Dona Veríssima deu entrada no hospital com 75% do pulmão comprometido e em situação extremamente delicada. Os sintomas da covid-19 em seu corpo estavam em estágio avançado e a ausência de ar era intensa. Desta maneira, a decisão da junta médica em iniciar o tratamento de ventilação não invasiva (VNI), para melhora do quadro respiratório, foi o que garantiu a sobrevivência da paciente.

“Na admissão de pacientes nessa situação, o atendimento precisa ser rápido e ágil para melhorar o padrão respiratório”, disse a enfermeira Silviane Pereira Lopes, coordenadora do Núcleo Interno de Regulação (NIR).

Após passar por 21 dias de internação na unidade hospitalar e receber todos os cuidados necessários, Veríssima teve alta e pôde celebrar a vida com seus familiares. Ao sobreviver ao coronavírus, ela diz que situação horrorosa como a que estamos vivendo, só lembra de relatos que ouviu sobre a Segunda Guerra Mundial, quando criança.

No dia da alta médica, uma linda recepção com direito a balões, música e um certificado de bravura, foi realizada do lado de fora do HRF. 

Assim também, com a mesma vontade de vencer a doença, Francisco de Sales Nogueira, de 56 anos, foi acolhido pelos profissionais do HRF, no final de março. Foram quatro dias de internação na Ala Covid-19 apresentando quadro de dispneia, baixa ventilação pulmonar, tosse e febre.

Nesse caso, o exame de tomografia apontou 25% de comprometimento dos pulmões do paciente e, por isso, o uso de oxigênio aconteceu por dois dias consecutivos. Durante todo o período de estadia de Francisco na unidade, sua família torceu e rezou rápida recuperação.

“Cada história aqui no hospital é importante. Atendemos individualmente, leito a leito, pois temos certeza de que isso faz toda diferença na recuperação do nosso paciente e o resultado disso, são as altas”, afirmou Vânia Fernandes, diretora executiva do HRF.

Sobre o HRF

 

O Hospital Regional de Formosa foi estadualizado em abril de 2020. O processo teve início em agosto de 2019 e passou pela aprovação da Câmara dos Vereadores e da Assembleia Legislativa. O Instituto de Medicina, Estudos e Desenvolvimento – IMED assumiu a gestão, em junho, com o compromisso de ampliar o atendimento à população instalando 10 leitos de UTI para pacientes com Covid-19.

 

As obras estão em andamento e durante o processo de regionalização a população continuará contando com os serviços de Pronto Socorro 24 horas, clínica médica, ortopedia e atendimento a gestantes. Passada a urgência da pandemia o Hospital com melhorias na infraestrutura ficará para a região, ampliando as opções de atendimento para usuários do Sistema Único de Saúde (SUS).

 

____________________________________

 

Assessoria de Comunicação Hospital Regional de Formosa/ Ecco Comunicação

 

Aline Marinho (11) 95484-9927 – aline@ecco.inf.br  

Dario Vasconcelos (11) 95761-7712 – dario@ecco.inf.br

Nenhum comentário