Page Nav

HIDE

Grid

LIST_STYLE

Classic Header

{fbt_classic_header}

Header Ads

GDF Contra a Dengue

Destaques

latest

Pré-candidato em Luziânia, Wilde Cambão tenta aliança com atual prefeita Edna

Aliado de Cristóvão Tormin, o deputado estadual acredita que afastamento do prefeito não irá resvalar em seu nome Foto: Divulgação. ...

Aliado de Cristóvão Tormin, o deputado estadual acredita que afastamento do prefeito não irá resvalar em seu nome

Foto: Divulgação.

Aliado do prefeito afastado de Luziânia Cristóvão Tormin (PSD), o deputado estadual Wilde Cambão (PSD) se mantém como pré-candidato a prefeito da cidade. Além disso, o parlamentar não descarta uma aliança com a atual gestora, a professora Edna Aparecida (Podemos), também pré-candidata. “Estamos conversando, tentando construir uma frente para manter o grupo”, relata Cambão. “Grupo forte, que ganhou as últimas cinco eleições”, completa.

Segundo o parlamentar, ele ainda não fez anúncio oficial da pré-candidatura, mas seu nome segue à disposição do grupo que conta, hoje, com PSD, PP, PTB. Ele também conversa com Podemos e outras siglas. “Trata-se de um grupo com sete vereadores, muito forte.” As convenções, ele cita, devem ocorrer em setembro.

Questionado sobre a pré-campanha, Cambão diz que não é o momento. “Não dá para falar de eleição agora, durante a pandemia. Estou mais focado em ajudar o município, por meio de emendas”, afirma. De acordo com ele, a pandemia do novo coronavírus “adiou tudo” e o eleitor do interior está mais acostumado ao corpo a corpo.

Fator Cristóvão

O prefeito Cristóvão Tormin está afastado de suas funções desde fevereiro de 2020. Em junho, a juíza Luciana Oliveira de Almeida prorrogou o afastamento por mais seis meses. Ele é investigado por importunação sexual contra uma servidora do município.

Para Wilde, por se tratar de uma questão pessoal do gestor, é difícil dizer se isto pode resvalar em seu nome. “Fez um bom governo, está se defendendo e espero e tenho confiança que vai provar inocência.” Para Cambão, o que ele fez no mandato deve pesar mais.

“Não no caso dele próprio. Na carreira política dele impacta, com certeza. Eu tive uma boa votação na cidade, boa avaliação como secretário, vida pessoal respeitada… Mas precisamos esperar a eleição para saber”, acredita.

Edna

Em relação à atual prefeita, Wilde ressalta que tem sido bem avaliada, por causa, sobretudo, das inaugurações de obras. Porém, ele lembra que isso é reflexo da gestão. “Assumiu há quatro, cinco meses. O que foi inaugurado já estava 90% pronto ou mais.” Apesar disso, ele elogia a continuidade dada por ela.

Como adiantado, o grupo de Wilde tenta negociações com o Podemos, a fim de garantir uma aliança com Edna. A presença dela na eleição, segundo o próprio Cambão, deixou o pleito mais complexo, “indefinido”.

Além dos dois, também são pré-candidatos à prefeitura de Luziânia: o deputado estadual Diego Sorgatto (DEM), o deputado federal Célio Silveira (PSDB) e o suplente de senador Eládio Carneiro (PSL). Na avaliação de Wilde Cambão, Célio e Diego devem caminhar juntos. “Mesmo grupo.”

Nenhum comentário